segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Se eu tivesse nascido na lua....

Não sei se é adequado postar isso aqui ou não, mas é algo que muito me incomoda, é provável que a maioria ache que estou errado, inclusive, já estou bem acostumado com isso, quando discuto com as pessoas sobre esse assunto sempre saio deprimido, muito irritado, e tristemente desiludido. Ainda assim insisto, enquanto tiver "saco" para isso, a não parar de discutir, o dialogo é fundamental na construção de uma sociedade mais justa. Um dos pontos que eu quero chegar é na depreciação do "ser nordestino",a idéia de que um ser humano pode ser melhor do que outro porque um nasceu em Santa Catarina e outro na Paraíba, é uma piada. É claro que nenhum sulista diria exatamente essas palavras, mas no fim o discurso deles são exatamente isso!!Então esse texto é sobre o preconceito com o nordestino? Não! É sobre "gente", sobre mim, sobre você, meu pai, minha irmã que ainda nem sequer tem 1 ano de vida, o mendigo da esquina, o dono do supermercado, o estudante de direito, enfim, trata-se apenas de "gente"!

Com isso vou aonde realmente quero chegar, será um sergipano melhor que um alagoano, ou um baiano melhor que um pernambucano? Não! Em minha opinião, assim como nenhum sulista é melhor que um nordestino, e nenhum americano é melhor do que um brasileiro, e, é claro, nenhum israelita é melhor do que um palestino, e vice-versa. Acho extremamente banal uma conversa em que o foco esteja na desmoralização de outro, simplesmente porque esse não nasceu no mesmo estado daqueles que estão a descriminá-lo, essa briguinha Bahia e Sergipe, quem mora em Sergipe sabe como é, trata-se apenas de ignorância. Ouço gente que tem cabeça, que entendem muito bem as coisas, gente que costumo ter conversas bem agradáveis, mas, que tem enraizado esse preconceito, que é o preconceito com o diferente. Tem essa conversa em Aracaju de que quando os baianos se mudam para Aracaju têm mania de criticar a cidade, sempre falando de como a Bahia é boa, essas coisas, entendo que se você conviver muito tempo com pessoas que fazem esse tipo de coisa é normal ficar bastante estressado com isso, só que deve haver outro meio de lidar com isso, que seja diferente de simplesmente revidar, passando a falar mal de baianos por isso ou aquilo. O que buscamos? Evolução, desenvolvimento intelectual, ou a adoração à ignorância? O triste é ver que a geração a qual eu pertenço já está pra lá de perdida, mas, aqui estamos nós...

3 comentários:

Fabio Cossanto disse...

sei como é...
ahh se eu tivesse nascido na lua.....
certamente a ignorancia não pintou por la....pelo menos por enquanto

Eder disse...

excelente texto... mas arrisco lhes dizer que não fico surpreso em haver esse pensamento entre as pessoas, pois o sistema cujo estamos inseridos é justamente isso, cada um por si e Deus por todos nós... invidualismo, ganância, egoismo e etc. Talvez a lua também já não seja um "lugar" onde nos permitamos nascer e ficar a parte disse viu... não esqueçamos que lá se encontra uma bandeira dos Ianques fincada!kkk. É vamos em busca de um lugarzinho para o refúgio... ou então quem sabe ser um tanto utópicos e acreditar que a sociedade um dia vai ser justa e todos os seres humanos pelo fato de serem meramente seres humanos vão ser iguais ne...
bom texto...(To fã desse blog viu)rsrs

welida disse...

"Real dizer q infelizmente..ou felizmente para os otimistas..Aju está sendo tomada por baianos..estão por tarde parte...nas escolas e faculdades..e pior ainda..ocupando lugares no mercado de trabalho sergipano...ñ por culpa dels...q culpa tem serem mais qualificados q nós(é o q dizem rsrs),ou será nós sergipanos q deixamos nos abater por essa hegemonia Baiana e esqeçemos de correr atras tbm do q é nosso"...Bom..foi isso q ja ouvir falar sobre tal rivalidade.Fato é..o preconceito está em nós mesmos,sempre querendo ser melhor q o outro e esqecendo q somos BRASILEIROS!!!!